terça-feira, 17 de maio de 2011

OM: O som da Criação

OM é a sílaba sagrada e mística. É o emblema da divindade, o símbolo da eternidade. Com esta sílaba começam os Vedas e com ela terminam, indicando que ela é o início e o fim do Universo.

OM é o som primordial. É o som da Criação, do Absoluto, do Todo.

O OM é constituído por três letras: A, U e M e pronuncia-se OM. Um erro comum aos que não conhecem Yoga é pronunciar as três letras, AUM. O OM é o símbolo universal do Yoga, do Hinduísmo e é utilizado em todas as escolas de todas as épocas. Desenhado é um Yantra (símbolo) e pronunciado é um Mantra (som).

OM não tem tradução, mas devido à grande gama de efeitos sobre o corpo e sobre a mente de quem o vocaliza ou mentaliza, é considerado o "Corpo de Deus".

OM é o mais poderoso de todos os mantras, sendo que todos os outros são considerados aspectos do OM e o OM é a matriz de todos os demais mantras. Todas as letras do alfabeto são emanações do som primordial representado pelo supremo mantra OM. O OM é a origem e o fim do Verbo.

O Universo procedeu de OM, conserva-se em OM e nele se dissolve. OM é a criação, a conservação e a renovação da Trimurti (trindade) hindu, logo, de todos os mantras utilizados para a meditação, o OM é o que produz melhores resultados.

OM é o bija mantra do Ajña Chakra, isto é, o som-semente que desenvolve o centro de força da terceira visão, responsável pela intuição, meditação e pelos fenómenos da telepatia e da clarividência.

Sendo o mantra mais completo e equilibrado, a sua vocalização não oferece nenhum perigo nem contra-indicação. É um mantra altamente positivo que trata os sentimentos negativos e trasmuta os pensamentos negativos em energias elevados. Actua profundamente no sistema nervoso e no glandular. É estimulante e ao mesmo tempo tranquilizante, pois consiste numa vibração sáttvica (que contém em si, tamas e rajas sublimados).

Quando se escreve o OM em caracteres sânscritos (deva nagari) torna-se num símbolo gráfico e é denominado Yantra e pode ser traçado de diversas maneiras. Cada maneira de traçar encerra determinada classe de efeitos e de características ou tendências filosóficas. Cada escola adopta um traçado típico do OM, que tenha a haver com os seus objectivos e passa a construir o seu símbolo.

É sempre bom trazer o símbolo OM perto de nós, pois permite-nos estar equilibrados e em harmonia com tudo e com todos. Deste princípio nasceu a ideia de criar pendentes, colares e pulseiras com o OM.

Pendentes feitos em osso:



Valor: 5€ (unidade)

Ao encomendar, refira qual o pendente pretendido

Sem comentários:

Enviar um comentário